Brasília registra recorde de temperatura na tarde de domingo: 32,3 ºC

Medição foi captada pelos termômetros por volta das 15h. Sensação é explicada por massa de ar seco que paira sobre capital federal.
A capital federal registrou no domingo (8) a temperatura mais alta do ano: 32,3 ºC. A medição foi dos termômetros do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) ocorreu por volta das 15h.
Ao G1, o meteorologista Manoel Rangel disse que a semana deve manter o mesmo patamar de temperaturas. “Há uma massa de ar seco sobre o DF, que impede a formação de nuvens. Assim, aumenta a temperatura e cai a umidade relativa do ar.”
O fenômeno é chamado de veranico. É um período de estiagem com calor intenso e umidade baixa quando deveria haver chuva.
Ele também afirmou que o Inmet deve prorrogar durante esta semana o alerta por conta da seca. Neste sábado, o instituto lançou o aviso referente a uma condição de “perigo”, que é dado quando a umidade fica entre 15% e 20%.
De acordo com o Inmet, não há previsão de chuva pelos próximos cinco dias. E a tendência é de que não chova até a última semana do mês.
Impacto
O recorde de temperatura mais alta da história do DF é 36,4°C. Ela foi sentida em outubro de 2015. Com níveis de umidade baixos podem ocorrer ressecamentos de pele e garganta, dificuldade para respirar, sangramento no nariz e irritação nos olhos, além de problemas respiratórios mais sérios.
Dentro de casa, a orientação é de que os moradores coloquem vasilhas com água nos cômodos, ou mesmo toalhas molhadas nas janelas. O uso de umidificador de ambiente também é recomendado.

(g1.globo, 9.10.17)

Deixe uma resposta